segunda-feira, 7 de setembro de 2015

JAVA - static e final

Podemos definir uma constante utilizando a palavra reservada static.

Caso você deseje que o valor não seja alterada utilize a palavra reservada final.

NOTA: Constantes são o oposto das variáveis. A diferença está em não podermos atribuir um novo valor, pois ele recebe um valor final imutável. 

Neste caso você pode declarar uma constante da seguinte maneira:

static final int nome = valor

terça-feira, 1 de setembro de 2015

APLICAÇÃO AMDROID - TESTAR CONEXÃO COM A INTERNET

Se o seu aplicativo utiliza a Internet, você precisa validar se existe uma conexão ativa. Pois caso contrário sua aplicação não irá funcionar corretamente.


Para isso precisamos seguir alguns passos:

1. Fornecer as devidas permissões de acesso a rede no arquivo Manifest:
<uses-permission android:name="android.permission.ACCESS_NETWORK_STATE" />

2. Crie o seguinte método em sua aplicação:

public boolean isOnline() {
    ConnectivityManager manager = (ConnectivityManager) getSystemService(Context.CONNECTIVITY_SERVICE);

    return manager.getActiveNetworkInfo() != null &&
            manager.getActiveNetworkInfo().isConnectedOrConnecting();
}

3. Fazer a chamada:
boolean testConection = isOnline();

Agora é só testar.

Abraço a todos e até a próxima.

Wellington 
aspnetwf@gmail.com

sábado, 8 de agosto de 2015

Microsoft abre código de engine de compilação de software do Visual Studio



A Microsoft anunciou, nesta quinta-feira (19), a abertura do código da sua engine de compilação de software chamada MSBuild. Os dados foram publicados pela empresa no GitHub.


A MSBuild ajuda a automatizar a programação, realizando testes e criando o package da aplicação. Ela está presente no ambiente de desenvolvimento integrado (IDE) da Microsoft, o Visual Studio.


ADVERTISEMENT
O código divulgado no GitHub é semelhante ao usado pela empresa na última versão de seu IDE, apesar de ter algumas diferenças que serão reduzidas com o tempo. Em breve, versões da MSBuild para Mac e Linux serão disponibilizadas pela Microsoft.


Com o msbuild.exe, é possível "orquestrar e construir produtos em ambientes em que o Visual Studio não esteja instalado".







Microsoft explica como será atualização de piratas para o Windows 10


A Microsoft confirmou que irá permitir a usuários de versões piratas do Windows realizar a atualização do sistema para o Windows 10. Mas essas cópias ainda serão consideradas “não oficiais”, obrigando o usuário a pagar para ter uma versão considerada “genuína” do sistema operacional.



Segundo o site The Verge, se seus usuários quiserem ter seus sistemas operacionais considerados como “oficiais” eles deverão entrar na Windows Store e comprar um “mecanismo” que fará seus computadores se tornarem genuínos.


ADVERTISEMENT
A Microsoft afirma que a atualização gratuita de piratas será aplicada no mundo todo.


Na quarta-feira (18) foi divulgada a notícia de que as versões piratas do Windows seriam atualizadas gratuitamente para combater a pirataria na China, algo que a Microsoft não confirmou.
Os piratas ainda conseguirão atualizar de graça suas versões do Windows, mas é provável que a Microsoft inclua algumas restrições nas cópias não oficiais, como, por exemplo, um período de teste por tempo limitado ou promoções para quem comprar uma versão oficial do Windows 10.


Apesar das atuais cópias piratas do Windows ainda receberem as atualizações de segurança mais importantes para o sistema, elas não recebem o que a Microsoft chama de “atualizações ou benefícios opcionais”. Provavelmente isso também deverá acontecer com o Windows 10.


Fonte: The Verge

O QUE É PDF?

É uma sigla inglesa que significa  Formato Portátil de Documento  ( Portable Document Format - PDF).  É um formato de arquivo usado para e...