terça-feira, 31 de março de 2015

Microsoft SQL Server 2014 Express

O Microsoft SQL Server 2014 Express é uma edição gratuita e com muitos recursos do SQL Server que é ideal para aprender, desenvolver e capacitar aplicativos Web, para desktops e para servidores de pequeno porte, bem como para redistribuição por ISVs. O SQL Server 2014 Express inclui a versão completa do SQL Server 2014 Management Studio, em vez do SQL Server 2014 Management Studio Express.
Você pode baixar as seguintes edições do Express nesta página:
  • LocalDB (SqlLocalDB)
    • O LocalDB é uma versão simples do Express que tem todos os recursos de programação, é executado no modo de usuário, tem uma instalação rápida e sem configuração e uma lista pequena de pré-requisitos. Use essa opção se você precisar de uma maneira simples de criar e trabalhar com bancos de dados a partir do código. Ele pode ser agrupado com ferramentas de desenvolvimento de aplicativos e bancos de dados, como o Visual Studio, ou inserido em um aplicativo que necessite de bancos de dados locais.
  • Express (SQLEXPR)
    • A edição Express inclui apenas o mecanismo de banco de dados do SQL Server. Mais indicado para aceitar conexões remotas ou administrar remotamente.
  • Express com Ferramentas (SQLEXPRWT)
    • Esse pacote contém tudo o que você precisa para instalar e configurar o SQL Server como um servidor de banco de dados, incluindo a versão completa do SQL Server 2014 Management Studio. Escolha LocalDB ou Express de acordo com as suas necessidades.
  • SQL Server Management Studio Express (SQLManagementStudio)
    • Esse pacote não contém o banco de dados, apenas as ferramentas para gerenciar as instâncias do SQL Server, incluindo o LocalDB, o SQL Express, o SQL Azure, a versão completa do SQL Server 2014 Management Studio, etc. Use essa opção se você já tiver o banco de dados e precisar somente das ferramentas de gerenciamento.
  • Express com Advanced Services (SQLEXPRADV)
    • Esse pacote contém todos os componentes do SQL Server Express, incluindo a versão completa do SQL Server 2014 Management Studio. Esse é um download maior do que o pacote “com Ferramentas”, pois inclui também a Pesquisa de Texto Completo e o Reporting Services.

Baixe: http://www.microsoft.com/pt-br/server-cloud/products/sql-server-editions/sql-server-express.aspx

domingo, 8 de março de 2015

MVC 3 - Atributo Bind e o método TryUpdateModel

Quem já utiliza o MVC3 sabe que é possível criarmos views tipadas, e isso é ótimo quando os campos contidos nos formulários são referentes a uma única classe.
Mas e quando os valores coletados nos campos são referentes a classes distintas. O que fazer? Neste caso podemos utilizar o atributo Bind junto com o método TryUpdateModel.
Vamos utilizar como exemplo duas classes uma classe Pessoa e uma classe Doenca. Se em um mesmo formulário tivéssemos que pegar o valores de Pessoa e de Doenca a View que contém estes campos não poderia ser tipada pois trata-se de classes distintas. A solução mais comum seria criar uma outra classe que contenha propriedades referentes a Pessoa e a Doenca e tipar a view com essa nova classe.
Mas, existe uma alternativa. Vamos resolver esse problema utilizando o atributo Bind e da classe FormCollection
Crie as classes Pessoa e Doenca conforme exemplo abaixo:
?
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
public class Pessoa
{
    public string Nome {getset; }
    public string Sexo { getset; }
    public string Observacao { getset; }
}
public class Doenca
{
    public string Nome { getset; }
    public string TipoDoenca { getset; }
    public string Observacao { getset; }
}
Insira o seguinte código abaixo na View
?
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
@using (Html.BeginForm("Index", "Home", FormMethod.Post))
{
    @Html.TextBox("Pessoa.nome", "Pessoa")
    <br />
    <text>Masculino</text>
    @Html.RadioButton("Pessoa.sexo", "masculino")
    <br />
    <text>Feminino</text>
    @Html.RadioButton("Pessoa.sexo", "Feminino")
    <br />
    @Html.TextArea("Pessoa.observacao")
    <br />
    @Html.TextBox("Doenca.nome", "Doenca")
    <br />
    <text>Ossea</text>
    @Html.RadioButton("Doenca.tipoDoenca", "ossea")
    <br />
    <text>Cancer</text>
    @Html.RadioButton("Doenca.tipoDoenca", "cancer")
    <br />
    @Html.TextArea("Doenca.observacao")
    <input type="submit" name="submit" value="submeter" />
}
Insira este código no Controller
?
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
[HttpPost]
public ActionResult Index([Bind(Prefix = "Pessoa,Doenca")]FormCollection collection)
{
    Pessoa pessoa = new Pessoa();
    TryUpdateModel(pessoa, "Pessoa", collection.ToValueProvider());
    Doenca doenca = new Doenca();
    TryUpdateModel(doenca, "Doenca",collection.ToValueProvider());
    return View();
}

O detalhe neste código é o parâmetro passado ao método. Como a View não é fortemente tipada estamos utilizando a classa FormCollection para capturar os valores dos campos e o atributo Bind com sua propriedade Prefix.
A propriedade  Prefix associa uma marcação – Campo de formulário com um parâmetro de um método do Controller.
Observe que coloquei os id’s dos campos do formulário da seguinte forma “Prefix.PropriedadeDaClasse“. Analise o seguinte campo:
@Html.TextBox(“Pessoa.nome”, “Pessoa”)
O id deste TextBox é “Pessoa.nome”, ou seja, Pessoa é a string que foi definida na propriedade Prefix e nome é um dos atributos definidos na Classe Pessoa. Adicionando um prefixo é possível saber a qual classe pertence o valor contido no campo do formulário.
O nome após o prefixo deve ser idêntico ao nome da propriedade da classe
Utilizamos o método TryUpdateModel passando os respectivos parâmetros: Objeto, Prefixo e o  Parâmetro do FormCollection seguido do método ToValueProvider.

O QUE É PDF?

É uma sigla inglesa que significa  Formato Portátil de Documento  ( Portable Document Format - PDF).  É um formato de arquivo usado para e...